História

A Sociedade Pernambucana de Psiquiatria foi fundada entre os anos de 1980 e 1981. Até então, registra-se a existência de um Departamento de Psiquiatria vinculado à Sociedade de Medicina de Pernambuco – atualmente denominada Associação Médica de Pernambuco.

 

Para o triênio 2017-2019, a diretoria executiva da SPP é composta pelos doutores:

Kátia Petribú (presidente)

Edésio Lira (vice-presidente)

Leonardo Machado (diretor primeiro-secretário)

Luciana Paes de Barros (diretora segunda-secretária)

Milena França (diretora primeira-tesoureira)

Luiz Evandro (diretor segundo-tesoureiro)

 

Triênio 2014-2016:

Everton Botelho Sougey (presidente)

Luiz Carlos Albuquerque (vice-presidente)

Edésio Lira (diretor primeiro-secretário)

Frederick Lapa Santos Filho (diretor segundo-secretário)

Clilma Aldeman Fonseca (diretora primeira-tesoureira)

Paulo Roberto Ferreira Pinto (diretor segundo-tesoureiro)

 

Triênio 2011-2013:

Marco Antonio Souza Leão (Presidente)

Suzana Azoubel (Vice-Presidente)

José Waldo Câmara Saraiva (1º Secretário)

Gustavo Paranhos (2º Secretário)

Paulo Pinto (1º Tesoureiro)

Hugo Couto (2º Tesoureiro)

 

Triênio 2008-2010:

Antonio Peregrino (Presidente)

Kátia Petribú (Vice-presidente)

Bruno Marcelo Nascimento (Primeiro Secretário)

Daisy Pontual (Segundo Secretário – 2008 a setembro de 2009 quando assumiu Primeira Secretaria)

Franco Junqueira (Primeiro Tesoureiro)

Amaury Cantilino (Segundo Tesoureiro)

 

Pontos principais da gestão:

– Inauguração do site da SPP

– Reunião científica (clube de revista)

– 25ª Jornada Pernambucana de Psiquiatria (Jubileu de Prata da Jornada e comemoração dos 70 anos da Revista Neurobiologia) – Porto de Galinhas, PE, 2008

– 26ª Jornada Pernambucana de Psiquiatria (Psicopatologia e Qualidade de Vida) – Cabo de Santo Agostinho, PE, 2009

– Curso de Psiquiatria Forense (2008)

– Curso de Interações medicamentosas em Psiquatria (2008)

– Curso de Psiquiatria Geriátrica (2009)

– Evento comemorativo dos 100 anos de nascimento do Professor José Lucena. Auditório da Associação Médica de Pernambuco , 2009.

– Apoio e contribuição para preservação e digitalização do acerto de prontuários do Hospital Ulysses Pernambucano (Tamarineira), 2009.

– Atualização de equipamentos da SPP (novo computador; equipamento projetor para datashow; flipchart para aulas presenciais; cofre para guarda documentos e valores).

– Atividades de reconhecimento/homenagens a figuras exponenciais da Psiquiatria pernambucana como apoio ao lançamento do livro dos Profs. Othon Bastos e Cristina Albquerque).

– Presença com voz em coisas da política de saúde mental do Estado de Pernambuco e do Brasil como um todo (reuniões na Secretaria de Saúde com posicionamento contrário ao fechamento da emergência psiquiátrica pública do Hospital Otávio de Freitas; ativa participação na questão do pretendido fechamento do Hospital Ulysses Pernambucano (Tamarineira); apresentação por Ofício e presencial nas Secretarias de Saúde do Estado e da Prefeitura com posicionamento de ajuda e consultoria para a política pública de saúde mental.

– Participação em eventos outros tais como “intervenção com cuidadores de acometidos pelas chuvas que ocorreram no Estado de Pernambuco em junho de 2010″ (Programa Psiquiatria em Catástrofes); discussão na cúria sobre “pedofilia e padres”; reunião com grupo de neurologistas pernambucanos e neuro proveniente do Canadá a respeito das neurocirurgias funcionais em doenças psiquiátricas (participação do Cremepe e da Associação Médica de Pernambuco).

– Aquisição de “Assinatura com Certificação Eletrônica Digital” para a Sociedade Pernambucana de Psiquiatria (Certisign – Governo do Brasil)

– Inscrição e reconhecimento de eventos da SPP como de Acreditação pelo Conselho Federal de Medicina.

– Reinauguração do site da Sociedade (www.psiquiatriape.org.br)

– Criação do “SPP e-mail News” (newsletter para praticamente todos os psiquiatrias pernambucanos – independente de serem associados ou não à SPP) e também distribuído para os associados das federadas de Sergipe, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

– Criação de novo formato para a Jornada Pernambucana de Psiquiatria que incluiu mudança de local (fora do Recife); ajustes financeiros e vendas de stands para a indústria farmacêutica que contemplasse a ida de todos os associados com diária paga; contratação de “promotora de eventos” para elaboração de todo o processo das jornadas; apresentação (e apoio financeiro) do projeto da Jornada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Pesquisa (CNPq).

– Durante a Jornada, eventos sociais/musicais/de fotografia/lançamento de livros.

– Também nas Jornadas, o estímulo ao jovem psiquiatra com “sessões de pôsteres” e o incentivo à produção acadêmica local com a apresentação em mesas-redondas ou conferências das teses/dissertações apresentadas no ano.

– Contatos com o Núcleo de Telessaúde/Telemedicina da Universidade Federal de Pernambuco no sentido de apoiar medidas importantes de tecnologia de ponta no auxílio à Psiquiatria.

– Incorporação da Neurobiologia como órgão de divulgação da Sociedade.

– Mudanças no logotipo da Sociedade Pernambucana de Psiquiatria (bonequinho estilizado e com cores vermelho e azul, proveniente das cores primárias da bandeira de Pernambuco).

– Aumento de 50% do número de associados o que engrandeceu a SPP e a tornou mais forte para o Estado de Pernambuco, suas entidades de classe e governamentais, e como federada da Associação Brasileira de Psiquiatria.

 

Triênio 2005-2007:

José Francisco de Albuquerque (Presidente)

Murilo Costa Lima (Vice-presidente)

 

Anos 2003-2004:

Daisy Pontual (Presidente)

 

Anos 2001-2002:

Jane Lemos (Presidente)

Daisy Pontual (Vice-presidente)

 

Pontos principais da gestão:

– Candidatura de Recife para sede do Congresso Brasileiro de Psiquiatria

– Congresso Brasileiro de Psiquiatria (2001)

– Compra da sede da SPP

 

Anos 1999-2000:

Durval Bezerra de Lima Filho (Presidente)

Arlinda Martins (Vice-presidente)

 

Pontos principais da gestão:

– Candidatura de Recife para sede do Congresso Brasileiro de Psiquiatria

– Preparação para o Congresso

– Curso de Psicoterapia

 

Anos 1997-1998:

Jane Lemos (Presidente)

 

Anos 1995-1996:

José Francisco de Albuquerque (Presidente)

 

Anos 1993-1994:

João Alberto Gomes de Carvalho (Presidente)

 

Anos 1991-1992:

Jane Lemos (Presidente)

Antônio Macedo (Vice-presidente)

 

Pontos principais da gestão:

– Jornal da SPP

– Exposições de trabalhos artísticos de psiquiatras na Jornada Pernambucana

– Seminários de discussão de temas de saúde mental com a população

 

Anos 1989-1990:

Adriano Ernesto (Presidente)

 

Pontos principais da gestão:

– Integração da SPP com as demais entidades médicas estaduais

– Realização da Jornada Nordestina de Psiquiatria

 

Anos 1987-1988:

Tácito Augusto Medeiros (Presidente)

 

Anos 1985-1986:

Evaldo Melo de Oliveira (Presidente)

 

Pontos principais da gestão:

– Programa de Educação Continuada (Psicoterapia/Psicofarmacologia)

– Consolidação da Jornada Pernambucana de Psiquiatria

 

Anos 1981-1984:

José Carlos Souto (Presidente)